segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Cold Play - Rock in Rio

 Não assisti todo o Rock in Rio, mas uma apresentação que me deixou estupefacto, foi a do Cold Play. Nossa como foi emocionante, para quem assistiu e ate para os integrantes. A emoção estava a flor da pele. Valeu. foi muito boa a participação do Cold Play.



quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Somos todos brasileiros

 Olha, uma coisa que anda me entristecendo, é ouvir da boca da garotada, a seguinte frase: "Se os estados do sul fosse um outro pais, seriamos um pais do primeiro mundo". Que absurdo, o Brasil é lindo, porque temos essa mistura de raças, esses sotaques diferenciados. E sem falar, que temos que ter orgulho dessa mistura. Alias não sei de onde aparece tanta burrice. Somos mestiços. Independente de nascer aqui ou ali. A teoria burra de dizer que o sul é mais rico, que levamos os estados do nordeste e do norte nas costa, é mentira. Todas as regiões tem suas riquezas. A História já provou, que querer separar uma raça ou região, só da caca. Então mulekada, esqueça esses sentimentos. Somos um só povo. Com diferenças sim. Mas um só povo.







terça-feira, 30 de agosto de 2011

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O tempo ruge

 È bacana ver a vida passar e as coisas mudarem, as vezes para melhor , as vezes para pior e coisa e tal. O triste é que não olhamos muito para o espelho, e quando realmente olhamos, percebemos que o tempo passou muito rápido. Mas é a vida, e então precisamos fazer tudo o que gostamos e guardar tudo aquilo que for legal e fazer uma faxina geral nos armários. pois o tempo ruge kkkkkkkkkkkkkk




terça-feira, 23 de agosto de 2011

Musica tem que ser eterna

 Hoje em dia é muito fácil gravar um CD. Alias o PC é uma gravadora. E com isso vai se perdendo a obra do artista. Hoje não se fala mais o nome dos álbuns, e sim a musica do momento, mas o triste dessa historia é que as musicas lançadas são comerciais. Todos querem ser os Luans da vez, a dupla sensação, alias como nasce dupla sertaneja, nada contra o género, mas vamos produzir obras em outros géneros musicais. A vida não resume em batidões que só mudam a letra. O ritmo é o mesmo. Você sai de um show achando que só ouviu uma única musica, pelo menos eu acho. Enfim, vamos ser mais eficiente no que criamos e no que  ouvimos.  Isso é o que penso




terça-feira, 9 de agosto de 2011

Deixa a Sandy viver em paz

 Se tem uma pessoa que foi e é vigiada 24 horas por dia é a Sandy. Recentemente ela declarou numa entrevista que é possível ter prazer no sexo anal. Isso é mentira? Será que a repórter que fez a entrevista também não pensa assim? se não fosse possível não teria tanto Gays por exemplo. Cada um é cada um. Isso não quer dizer que ela faça ou deixe de fazer. alias é problema dela. Vamos deixar essa menina que hoje é uma mulher viver em paz. O sexo é uma brincadeira, e todos tem o direito de descobrir sua vontades. Quem vê, pensa que o mundo é todo certinho. Feio é deixar o povo passando necessidade. Olha, tenho uma birra de hipocrisia. Sandy seja feliz. Você é adulta, casada, ninguém paga suas contas. Pode deixar que você não é a única que pensa assim. Siga em frente.
Caras de paus, vão se catar kkkkkkkkkkkkkkkkkk


segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Chuva faz bem para alma

 Ontem fui fotografar um evento de corrida para o SESC, e a corrida toda foi com chuva, e eu todo preocupado com meu equipamento, mas graças a Deus tudo deu certo. E sabe que fazia tempo que não recebia chuva no rosto? Isso me fez bem, limpou todas as cargas que andava a carregar.
Agua da chuva, bênção que vem do Céu.



 

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Amar é...

 O amor trás armadilhas que jamais acharíamos fácil pelo caminho normal. Separamos, falamos mal um do outro, mas no fundo sabemos que ambas as partes, se amam. E é bonito esse jogo de desdém, pois no fundo é amar que ambos querem fazer. Amem, beijem, sejam felizes para sempre...


 

Olé, venha sonhar...

 Nascido em Santa Isabel do Ivai, longe de tudo e na época muito mais ainda, sempre ouvia musica de todos os géneros, pois me fascinava a magia de uma agulha dançar em cima de um disco, e isso amplificado saia som. Som o inicio de tudo, depois fui descobrindo que todo som tem sentimento, não importando que você não saiba a língua que esta ouvindo, pois até idioma diferente soa sentimento, alias o seu sentimento traduz tudo aquilo que o autor quer dizer em suas canções.
 E a Opera veio assim na minha vida. Alias em especial Cármen, nossa quando ouvi ela pela primeira vez, sentia cada movimento, cada compasso, foi magico e até hoje é.
 Mas tudo isso que descrevi, tem que se despir de qualquer preconceito, aliás preconceito mais uma vez não deve existir para nada. Bom, abra sua cabeça o seu coração e sinta nota por nota, gesto por gesto, e seja bem vindo para o seu lugar cativo do teatro. Senta-se e viaje no mundo magico da imaginação.
 Entenda que tudo isso que descrevi, eu tinha de 5 para 6 anos. E até hoje eu sou esse menino quando ouço musica.


quarta-feira, 27 de julho de 2011

Mais um gasto...

 Vivendo e consertando, acabei de chegar da oficina mecânica. Meu carro pifou, e o pior, pensei que fosse um probleminha, mas vai abrindo e achando coisas para fazer. Nem sei quanto vai ficar, mas sei que cheques pré-datados serão gerados. Mas é isso. A vida continua e o carro se Deus quiser será trocado.
 Já dizia Roberto, Calhambeque também faz sucesso

.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Por que? Não sei, mas estamos aqui.

 É engraçado a vida, ontem estava tudo bem. Hoje ja se criou um buraco em nossas vidas. Estou dizendo isso, porque hoje fui fazer uma visita a um amigo, que é colega de profissão, que conheceu o mundo tragico das drogas. Por mais que eu tenha ouvido, por mais que eu esteja esclarecido sobre o assunto, nunca tinha sentido na pele o que senti hoje. Ver um colega, um amigo debilitado por uso de substancias venenosas, e ter noção material das causas que esse mal faz. Foi muito forte o que vi. E percebi que o que mais mata do que a própria droga, é o preconceito das pessoas próximas.
 Bom, fui visita-lo,  mas antes passei nos locais de pessoas que tambem são colegas do mesmo, e noticiei: olha, fulano está em casa, vou la na casa dele ver como ele esta. E inocentemente ,eu esperava que a maioria ficasse contente e fosse la tambem para fazer uma visita e levar o seu apoio aquele rapaz que tanto sofre com um vicio. Sei que ele entrou nessa por vontade própria mas agora não, ele conheceu a morte de perto, e quer ajuda, ele precisa da força dos amigos, precisa ouvir que ele é importante. Mas a droga traz com ela um elemento maligno, ela contagia quem não usa com PRECONCEITO. Me doeu muito ouvir de colegas, que era para eu levar pedras de Crack, para o nosso amigo, quem sabe assim ,ele morreiria logo. Gente, tenha piedade.
Mas enfim, fui la, eu e mais um amigo, e graças a Deus, vimos um amigo se recuperando, forte, com dificuldades sim, mas com um sorriso de esperança e fé.
 Hoje, eu entendi um pouco mais a canção Chão de Giz, de Zé Ramalho. A droga as vezes é um escape, mas um escape sem volta. Se você passa por momentos dificeis, e precisa de um escape, ouça musica. É um ótimo remédio para o tédio.
 Ouça musica, renegue o preconceito.


 

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Que Show tera sido?





Muitas comparações se faz agora com a morte de Amy. Ela parece com isso aquilo, a mesma idade... Cara cada um na sua, Amy foi Amy, Janis foi a Janis. Na verdade para mim foram simplesmente elas. As duas com a personalidade forte, e contudente. Viva as duas. Feliz de quem agora pode ter o prazer de velas juntas.
Que show deve ter sido a chegada de Amy?
Tenho certeza que Janis estava esperando pela colega. Bjos para as duas. E chega de conversa que a música pede passagem





Você poderia ficar mais um pouco....

 Eu cheguei a pensar que jamais veria de novo uma novidade na musica, mas me enganei. Apareceu e durou muito pouco tempo. Amy, se junte as demais divas. Adeus.



quinta-feira, 14 de julho de 2011

O Rock tem dia para se comemorar... Que bom

 E o velho e bom Rock and roll tem um dia para saudar uns aos outros e etc... Maravilha, espero que nesse dia, todos saibam, que o lema do Rock, nunca foi de maldade e desordem, pelo contrário. Ele é um ritmo, onde mesmo nas vertentes mais pesada, ele é um instrumento de paz e harmonia. Suas canções, vem sempre recheadas de criticas e comportamentos, para que cada um de nos pense no que estamos fazendo pelo o mundo. Mas resumindo, o Rock veio para abalar as estruturas e mais ainda. animar os corações das pessoas que pensam e vive o emocional em alto nivel.
 VIVA O Rock and roll.
 E para Tanto nem mais nem menos da minha parte, quero celebrar essa data com a canção que mais versões teve nesse planeta. E não podia ser interpretada por outra pessoa que não fosse o pai da criança, Tanto da canção como do próprio estilo musical Rock and roll.
"Ladies and gentlemen, the Lord with you Chuck Berry singing Johnny B. Goode"

 




 

A Música Popula Brasileira esta Viva, que bom....



 Olha, quando muitos criticos dizem que nada pode surgir de novo na musica brasileira, sempre aparece peças novas. E o bacana disso, é que sai da mesma fonte que sempre vai jorrar. A jovialidade, a sagassidade, o encanto, enfim a emoção do povo brasileiro que sempre traduz em letras e musicas, toda genialidade que se respira aqui em baixo do equador.
Gente, e que delicia ouvir uma nova e real figura desse album que nunca vai completar.
Tulipa Ruiz, que voz gostosa e que canções bacana, atual, e varios outros adjetivos.
Eu recomendo. Consuma muito, não faz mal para digestão e nem pro coração.
Com Vocês, Tulipa Ruiz

 





segunda-feira, 27 de junho de 2011

Santos


 Semana passada, para ser mais certo dia 22 de junho de 2011, meu timão foi mais uma vez consagrado Campeão da Libertadores da América. Que emoção ver o Santos consagrado mais uma vez. E o bacana é que eu estava com uma turma de torcedores muito bacana. Estava no bar do Tião, e la se reuniu uma gama de santistas que me orgulhou muito de torcer para o Santos. A turma se comportou como um torcedor deve agir. torceu, gritou, vibrou e se esbaldou com o resultado. Mas tudo isso sem briga, sem delinquencia. Valeu meus amigos de jogo. E para coroar tudo isso só ouvindo Skank. Abraços

terça-feira, 26 de abril de 2011

Instinto Coletivo


 Se tem uma coisa que eu gosto é de ouvir Bandas, compositores, cantores, tudo que eu não conheço e nem o grande publico. E meu amigo e Primo, Fernado Matias, me apresentou uma banda muito bacana de Rock. Instinto Coletivo, um projeto bacana que se compõe por 4 bandas. Enfim. O importante é que eu gostei muito do som. E o Fernando disse mais, os caras aproveitaram a virada cultural de São Paulo e montou seu próprio palco e mandou ver.
 Bandas alternativas, independentes e afins. É isso, monte seu palco, divulgue sua arte. Todos estão afim de ouvir.
 Fernando, Primão valeu a dica.
 Ps. Fernando deixe os links do projeto e mais informações sobre a banda.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Olhamos tudo...




 O seguimento da vida veem de coisas que talvez não teremos respostas. 
Queremos saber e não sabemos.
Louco isso, mas é a pura filosofia de se viver. 
Viver e não saber de tudo, 
mesmo que nossos egos nos façam crer que somos os melhores. 

Não somos

Vivemos para aprender, e não para ensinar.

I still haven't found what I'm look

(Eu ainda não achei o que estou procurando)

 

segunda-feira, 18 de abril de 2011

De onde somos...???



 Eu nasci em Santa Isabel do Ivai, meu pequeno principado, alias todo mundo ja sabe disso. Mas é bom sempre reforçar.
Mas o que quero dizer com isso?  o papo não é sobre musica? Sim. E é de musica que eu quero falar, pois muitas as vezes ficamos mos sentindo longe de tudo, que os europeus, os asiaticos os norte americanos, são o que há.
 Mas Belchior a muito tempo ja disse quem somos. Somos rapazes e moças Latino Americanos. Sim somos esse palavrão ai sim. Antes mesmo de ser brasileiro, argentino, paraguaios.... e etc... Somos um povo unidos por fronteiras, mesmo que esqueçamos do nosso continente.
Seriamos tão mais fortes se sempre lembrassemos desssa musica.
 Lembro de ter ouvida la pelo final dos anos 70. Até hoje trago comigo. Somos fortes, somos alegres, dinheiro é necessario, mas a maior riqueza desse povo, é a poesia, o canto que sai de olhares pragmaticos sempre atento ao futuro.
 Somos pacificos, mas não ingenuos.
 Somos Latinos Americanos, mesmo com todas as nossas necessidades.
Somos um só Povo.






sábado, 16 de abril de 2011

Sabado à Noite


final de semana e as coisas acontecem bem devagar, ainda mais qdo se chega a uma idade que ja não se tem pretenções de sair e viver a boemia. Cada vez mais eu ouço a musica da Elis, Como Nossos Pais e entendo ainda mais.
Viva Elis, viva a nossa vida.





Felicidade???



 Hoje, ou melhor desde ontem, ando meio triste. Acho que todo mundo ja sentiu ou sentirá isso.
Tudo o que planejei ou tentei fazer, não deu certo. To sentindo que não sou importante, ou coisa do genero. Para simplificar, posso usar como exemplo: Hoje sou um adolecente tardio rsrsrsrsrsrsrsrs.
Mas tem uma canção composta pelo compositor gaucho Lupicínio Rodrigues, grande autor de musicas de dor de cotovelo, que se assemelha muito isso que eu estou dizendo. Felicidade é uma forma de espirito. Se hoje estou triste não quer dizer que sou infeliz, mas sim que a vida é assim. Altos e baixos são uma constante em nossas vidas.
 Escolhi uma interpretação da canção felicidade, executada pelo grande Caetano Veloso, alias essa foi a primeira versão que eu ouvi de Felicidade.
 Mas com tudo eu digo. Ta triste, ta extrressado? 
Ouça uma musica. Eu por exemplo  te digo. Ja passou meus sentimentos tristes.



segunda-feira, 21 de março de 2011

Secos e Molhados ( Homenagem)



 Dia 20 de março de 2011, faleceu O Prof. Anélio Dias do Nascimento, ele era o pai do meu amigo Anélio Jr. Cheguei agora do Enterro, foi muito triste, pois o Prof. Anélio era uma referencia para mim. Mas o que eu tenho para contar, é que durante o velório, me veio na mente uma canção dos Secos e Molhados: O Patrão Nosso de cada dia;
E eu fiquei inquieto, por que uma canção popular no momento de um velório? Mas ao mesmo tempo que me incomodava aquela canção naquela hora, ao mesmo tempo comecei a cantarolar baixinho. E isso me trouxe uma paz. Acho eu que a canção veio para relembrar que as coisas são meio sem resposta. E que a canção registrou um momento unico. A despedida de um amigo.
 Até agora não sei por que cantarolei a canção, mas espero que onde o Prof. Anélio esteja, ele tenha ouvido e gostado da canção.
  Prof. Anélio, é para o senhor que dedico essa canção. Fique com Deus. Saudades...



quinta-feira, 17 de março de 2011

John Bonham


Estou postando agora no Blog, e ouvindo meu vizinho que é baterista ensaiando com seus amigos. Cara isso me estimulou a comentar sobre meu camarada  John Bonham. Baterista do Led Zepellin, poucos bateristas se destacaram como esse cara. Sei que meu vizinho ainda tem muito para aprender e poder dizer que é um baterista, mas é assim mesmo. Dedique e va em frente.
 Mas John Bonham passou por aqui e deixou seu legado. Partiu e não ficou devendo nada no quesito bateria.
Fica na Paz meu bom, e se puder de uma forcinha para meu vizinho.






Carl Perkins



O que me deixa feliz é poder mostrar um pouco do que ja ouvi. Esse cara sobre quem escrevo agora, é uma lenda viva do Rock´n Roll. Musicas consagradas na voz de outros artistas, foram compostas e cantadas por ele.
Mas mesmo assim ele é pouco conhecido. Mas aqui não, reverencio e apresento  Carl Perkins mais um sangue bom da musica mundial.


  http://pt.wikipedia.org/wiki/Carl_Perkins

quarta-feira, 16 de março de 2011

Nara Leão



Qdo criança, ouvia sempre uma voz delicada e suave, que me remetia a um local imaginario que era pura tranquilidade e paz. Jamais poderia saber o que me fazia tão bem. Mas com o passar dos anos e ponha anos nisso. Eu pude entender que musica é isso. É uma passagem na primeira classe para um mundo cheio de paz e harmonia.
 E uma das companias que eu sempre recorro a esse passeio é de Nara Leão. Seu Jeito timido de cantar. Sua sinceridade nas notas. Não tem jeito. Relaxo e viajo.
  A Bossa Nova nos mostrou muitos Gênios. E com certeza a Nara é um deles. Mesmo após sua morte, temos um legado de canções, que na voz dela nunca irão de ser imortal.

 Nara Leão, amor, sonho e Paixão



http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u671.jhtm

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Pixies



 Uma das coisas que me fascinam em ouvir musica, é a expectativa de ouvir algo que realmente seja genuino, e que tenha pegadas de sons que ja ouvi. Explico melhor. Todos os sons sofrem influencias de gerações anteriores. Mas essas influencias devem ser mostrata com um  som  novo.
 E uma Banda que eu ouvi e ouço até hoje, e sinto o frescor do novo é o Pixie. Ele traz com eles um psicodélico que existia nos anos 70, com o frescor das decadas de 80 e 90 e com um vigor das bandas Punks, e lembrando tambem, um visual surfista. Mesmo ja não lançando novos albuns, os Pixies continua fazendo novos seguidores. Um som simples, Guitarras, baixo e bateria, sem performance deslumbrantes de palco, mas honesto no que querem transmitir.
 Sou sempre sedento por musica, e o Pixie me ajuda a matar a sede por um algo que eu não sei definir



http://pt.wikipedia.org/wiki/Pixies